Arquivos mensais: Fevereiro 2016

China confiante na recuperação do comércio exterior em 2016

O volume total de exportação e importação de comercio exterior da China em 2015 sofreu uma queda considerável e os dados publicados em janeiro de 2016 mostraram que a situação ainda irá se agravar. Porém o ministro do Comércio da China, Gao Hucheng revelou que a economia atingiu uma nota satisfatória no ano passado, e que é preciso uma atitude objetiva para analisar a conjuntura do comercio exterior da China com base no contexto global.

Mesmo que o comércio exterior da China tenha despencado no ano passado, o ministro chinês enfatizou que o país conseguiu manter sua posição como gigante no setor de comércio de commodities e exportação.

Mesmo que o comércio da China tenha enfrentado uma queda considerável, o resultado foi positivo, especialmente para as exportações. No ano passado, tivemos um fenômeno muito interessante, a China teve uma queda de mais de 50%, contudo essa percentagem no comércio global continuou a crescer, entre 12,2% a 13,2%, o mais rápido nos últimos anos.

Segundo Gao Hucheng, os fatores como a desaceleração da economia global, a fraca demanda do mercado exterior, o excesso de capacidade produtiva, o colapso no preço das commodities foram os principais desta grande queda do comércio exterior chinês. Além disso, os conflitos políticos regionais, a expansão do extremismo e do terrorismo também causaram um impacto negativo no comércio global.

Ao falar sobre a tendência do comercio exterior para este ano, o ministro chinês apontou que o cenário econômico global ainda é bem grave, portando fica complicado fazer tal avaliação, entretanto o contexto da comunidade internacional no momento é um fator indispensável.

Em 2016, o início do ano para o comércio internacional não será o ideal, tanto para a China como para seus parceiros comerciais, temos ainda uma têndencia de queda como no ano passado, mas este declínio está rumando a uma escala razoável.

Entretanto, Gao Hucheng disse que as condições para o desenvolvimente do comércio exterior da China não mudaram, temos ainda grandes vantagens tais como a otimização da estrutura de exportação para uma mais razoável, além do crescimento consecutivo das importações de commodities.

Além disso, o minstro chinês indicou outra grande vantagem na cadeia industrial.

A principal vantagem da China ainda é a cadeia industrial, a cadeia chinesa é maior do mundo, temos uma rica reserva de recursos humanos, temos capacidade de produção e de serviços num nível superior em relação ao globo.

O ministro concluiu que comercio exterior em 2016 será positivo, mesmo que o país apresente uma baixa na taxa de crescimento econômico.

Temos confiança na recuperação do comércio exterior da China, segundo os dados, o comércio exterior oferece 180 milhões de postos de trabalho, e contribui com 18% de toda a tributação da Chin, tendo um papel essencial no desenvolvimento econômico, estabilidade da reserva cambial e também na manutenção da segurança do mercado financeiro do país