Arquivos mensais: Abril 2015

China vai reforçar segurança na importação e exportação de alimentos

O diretor da Administração Geral de Supervisão da Qualidade, Inspeção e Quarentena (AQSIQ), Zhi Shuping, afirmou que a China vai ser rigorosa para reforçar a segurança de importação e exportação de alimentos.

Ele fez tal afirmação ao participar do sub-fórum sobre segurança de alimentos da conferência anual do Fórum Boao para Ásia.

Falando da situação global sobre a segurança de alimentos, Zhi Shuping destacou três aspectos que devem ser observados: primeiro, o forte crescimento do comércio global de alimentos. Entre 2004 e 2013, o volume comercial de alimentos em todo o globo aumentou 131%, de 1,3 trilhão de toneladas para 3 trilhões.

No caso da China, durante esses dez anos, a cifra cresceu de 51,4 bilhões para 185 bilhões de toneladas, um aumento de 260%, o dobro do crescimento global. Segundo, a cadeia de abastecimento torna-se mais complicada e diversificada. Devido à liberação do comércio, a tendência da oferta de matéria prima mudou-se, de local para global. A complicação nas cadeias de abastecimento dificultou e aumentou a pressão para garantir a segurança de alimentos. Terceiro, torna-se a cada dia mais destacado o problema em relação à segurança de alimentos, em nível global.

Zhi Shuping afirmou que a China está revisando a Lei da Segurança de Alimentos e pretende reforçar a vigilância e a gestão sanitária em relação a alimentos, com padrão mais rígido, supervisão mais rigorosa, punição mais dura e atitude mais severa.

Fonte: CRI